Mídias Sociais

Covid-19

Covid-19 mata técnico de segurança da P-40, na Bacia de Campos

Publicado

em

 

Um petroleiro de 48 anos , que trabalhava na P-40, plataforma da Bacia de Campos, no Norte Fluminense, morreu neste sábado (26) por complicações da Covid-19. André Pereira, de 48 anos, era técnico de segurança e estava internado há cerca de um mês em um hospital no Rio de Janeiro.
A informação foi divulgada neste domingo (27) pelo Sindicato dos Petroleiros no Norte Fluminense (Sindipetro-NF). Segundo o sindicato, ele desembarcou da plataforma por meio de transporte aeromédico após sentir os sintomas e testar positivo. Ele foi direto para a UTI, onde ficou internado e não resistiu.
Em nota, o Sindipetro-NF lamentou a morte de mais um trabalhador e reforçou que irá buscar informações sobre o caso. O sindicato diz ainda que é inaceitável que os trabalhadores continuem expostos ao vírus em ambiente de trabalho. André serviu na Aeronáutica alguns anos, trabalhou na Rede Globo, até que fez concurso para Petrobrás, no qual passou em 5º lugar.
Desde então, André, segundo o sindicato, se mostrou muito dedicado ao trabalho e chegou a ter um reconhecimento de conduta esperada em SMS. A esposa de André, Adriana Correa, disse que ele era um marido exemplar, muito companheiro, cuidador, atencioso, protetor. Além de muito próximo aos amigos e familiares.
“Os amigos e familiares sempre gostaram dele, porque ele é atencioso, carinhoso, respeitoso, honesto, trabalhador, sempre pronto para ajudar, sabia bem escrever um texto, sempre com belas e sábias palavras”, afirmou. Por meio de nota, a Petrobras informou que o caso do técnico de segurança foi monitorado pelas equipes de saúde durante todo o período e que está prestando todo apoio aos familiares.
A empresa disse ainda que tem um rigoroso protocolo preventivo nas unidades offshore e age rapidamente sempre que um colaborador reporta sintomas a bordo, com desembarque imediato do caso suspeito e de todos os contactantes.
"O protocolo de prevenção da Petrobras para unidades offshore envolve quarentena e teste RT-PCR pré-embarque; uso obrigatório de máscaras; reforço na higienização e distanciamento; e conscientização sobre cuidados individuais dentro e fora do ambiente, entre outras medidas", informou a estatal em nota.

Mais lidas da semana