Mídias Sociais

Cultura

Festim 2021: inscrições encerradas. Jurados e curadores já estão definidos

Publicado

em

 

Daniela Bairros

As inscrições para a 5ª edição do Festival de Esquetes de Macaé (FESTIM) Artes Integradas foram encerradas no último domingo, dia 14.

Segundo o produtor cultural e idealizador do festival, Aldebaran Bastos, foram inscrições vindas de vários lugares do Brasil, como: Distrito Federal, Belo Horizonte (MG), Guaçui (ES), Iguaba Grande (RJ), Barra Mansa (RJ), Nilópolis (RJ), Mogi das Cruzes (SP), Curitiba (PR), Volta Redonda (RJ), Vinhedo (SP), Macaé (RJ), Rio de Janeiro (RJ), Campinas (SP), Sarzedo (MG), Vidigal (RJ),  Maricá (RJ), Niterói (RJ), Cotia (SP), Petrópolis (RJ), Cruzeiro (MG), São Gonçalo (RJ), Iracemápolis (SP), Olinda (PE) Cabo Frio (RJ), Araruama (RJ), Rio das Ostras (RJ), São Paulo (SP), Rio Comprido (RJ) e Campos dos Goytacazes (RJ).

“Estamos super felizes com a quantidade de inscritos, das diferentes cidades e dos trabalhos incríveis que recebemos. Queremos agradecer a todos que fizeram sua inscrição. Agora estamos na nossa fase de análise e logo traremos o resultado com todas as esquetes escolhidas para o nosso Festim 2021”, afirmou Aldebaran.

 Jurados e curadores  já estão definidos

Foram definidos, na última semana, os debatedores e jurados convidados que farão para do 5º FESTIM. “É uma honra para nós contar com esses profissionais para a responsabilidade de receber e destacar tantos artistas participantes.  São eles:

Luiza Loroza: atriz, diretora, poeta e cantora

Dudu Gama: ator, diretor e licenciado em artes cênicas

Simone Kalil: atriz, comediante, diretora teatral e produtora

Curadores do FESTIM

Os curadores para a 5ª edição do Festival de Esquetes de Macaé Artes Integradas também já foram definidos. São eles:

Conceição de Maria: atriz, poetisa, escritora, militante, formada em Letras, Coordenadora de Políticas Sociais e Igualdade da Secretaria de Desenvolvimento Social de Macaé;

Marcelo Caridade: diretor, ator, comediante e produtor teatral;

Simone Kalil: atriz, comediante, diretora teatral e produtora;

Eli Corrêa: pedagogo, artista da cena e mestre em Artes Cênicas

Sobre o 5º FESTIM Artes Integradas

Contemplado pela Lei Aldir Blanc, o festival, neste ano, terá formato de exibição online e presencial, com transmissão ao vivo pelas plataformas digitais. Serão artistas convidados, mostra competitiva de teatro ao vivo, exposição fotográfica e a Campanha Festim Solidário.

Serão distribuídos mais de R$ 15 mil em cachês e prêmios. O Festim irá acontecer de 05 a 18 de abril de 2021, nas plataformas digitais e transmissão ao vivo do Teatro do Sindipetro.

Para o produtor e  diretor  geral do Festim, Aldebaran Bastos, além de toda equipe de produção, é uma alegria muito grande ter sido contemplado pela  Lei Aldir Blanc. Ele atribui a conquista a todo empenho e dedicação de toda uma rede, formada por agentes culturais, artistas, produtores, companhias de teatro de todo o Brasil, entusiastas, e empresas parcerias que sempre apostaram na realização desse festival. “Com esse prêmio de patrocínio que ganhamos, percebo que   estamos no caminho certo, sem dúvidas, para a promoção de políticas públicas de afeto à cultura, difusão, promoção das artes integradas e o alcance gratuito da população aos eventos culturais. Mas do que nunca, Macaé e cidades vizinhas, precisam de ações emergentes para atender a demanda cultural da região que é riquíssima”, ressaltou.  promovermos políticas públicas de cultura”, ressaltou. Para Aldebaran, o Festim foi contemplado pela Lei Aldir Blanc devido, ao sucesso também das quatro edições anteriores. “O Festival de Esquetes de Macaé movimenta participações de todo o Brasil. Em 2020, realizamos uma edição especial online, o Festim Quarentena Poética Poesia ao Vídeo, evento realizado em julho. Tivemos mais de 120 inscrições e trabalhos artísticos, vindos de várias partes do Brasil e fora do país, como Canadá, Índia e Chile. Desta forma, percebemos o alcance do festival e seus impactos positivos para a formação de novas plateias e o reconhecimento da cidade com algo de valor cultural verdadeiro. Sentimos que a cidade, a cada ano, abraça e reconhece o Festim como parte da sua identidade cultural”, enfatizou.

Toda programação online será realizada e transmitidas pelas plataformas do instagram, facebook e youtube (@festim_festival).  Já as apresentações ao vivo, serão realizadas no Teatro Sindipetro Macaé e transmitidas online e gratuita para todos. “Ficamos muito felizes em poder realizar as apresentações presenciais do festival no Teatro Sindipetro Macaé. Fomos muito bem recebidos pela direção do sindicato e firmamos mais esta parceria. Muito bom saber que esses espaços também querem e lutam por políticas públicas culturais de qualidade para a região”.

Além da premiação em dinheiro de mais de R$ 15 mil, o Festim também gera emprego para profissionais da área, entre técnicos de artistas, criando uma oportunidade de geração de renda.

Diferente das outras edições, este ano todos os selecionados e convidados receberão cachês, além do pagamento pelo trabalho de tantos profissionais envolvidos, em média, entre equipe e artistas, serão mais de 80 pessoas.

A 5ª edição do Festim será realizada de 05 a 18 de abril. E, ainda de acordo com Bastos, o objetivo é expandir o festival., transformando-o em um evento de promoção das artes integradas, com convidados de vários segmentos da arte.

Neste ano, uma das novidades do festival, será a 1ª Exposição Fotográfica do Festim, que será realizada  de 22 de março a 18 de abril, na Galeria Carapebus, no Centro de Macaé, com entrada gratuita.  Na exposição, serão retratadas todas as edições do Festim.

No mesmo período da exposição, como já é tradição,  será realizada ainda a Campanha Solidária do Festim, com arrecadação de donativos que serão revertidos às instituições sociais do município.

No ano passado, a edição especial online do festim, durante o período da quarentena em julho, abordou poesia ao vídeo, que foi sucesso de público e crítica. “Recebemos mais de 120 inscrições de vários lugares do mundo, todos com trabalhos de excelência e qualidade. Devido ao sucesso da edição online, neste ano, vamos continuar com o formato virtual e também presencial”.

Para a seleção, a curadoria dos grupos inscritos será feita por uma comissão composta por profissionais da área teatral. Serão selecionados trabalhos inscritos, sendo até 10 esquetes para compor a programação competitiva do festival, além de convidados online e ao vivo.

As apresentações presenciais, que serão realizadas no Teatro Sindipetro, irão seguir todos os protocolos recomendados para prevenção à Covid-19. Não serão permitidas plateias. As apresentações presenciais serão entre os dias 05 e 18 de abril, a partir das 20h.

Durante a semana, serão realizadas apresentações online de artistas convidados da região.

As apresentações online serão nas redes sociais do Festim, pelo instagram @festim_festival e pela página no facebook, Festival de Esquetes de Macaé. Os grupos se apresentarão durante dois finais de semana de abril, entre os dias 10, 11, 17 e 18, sendo cinco grupos por final de semana.

“Após cada final de semana apresentado, às segundas-feiras, iremos abrir uma sala de conversa pela plataforma Zoom, com os participantes de debatedores, profissionais com amplo conhecimento e atuação nas artes cênicas. Achamos muito importante essa presença do grupo, para construção crítica e artística sobre o trabalho apresentado,   gerando assim, um maior intercâmbio entre os envolvidos, preservando o objetivo do festival. Os debatedores e jurados irão ter a responsabilidade de destacar os melhores artistas do Festim 2021, com indicação de melhor esquete, melhor texto, melhor direção, melhor ator e melhor atriz”, concluiu.

“Agradeço, mais uma vez, a todos os parceiros e incentivadores do Festim. E a equipe de produção 2021: Viviane Santos, Patrick Nunes, Marcelo Fonseca e Beatriz Siqueira, entre tantos”.

Crédito: Divulgação

 

 

Mais lidas da semana