Mídias Sociais

Cultura

Em Rio das Ostras, artistas começam assinar contratos do Prêmio de Cultura, Arte e Pesquisa Nego Dé

Publicado

em

 

 

Daniela Bairros

Os artistas de Rio das Ostras que tiveram seus projetos aprovados e classificados para o Prêmio Rio das Ostras de Cultura, Arte e Pesquisa Nego Dé, começaram, nessa quinta-feira (17), a assinar os contratos. O resultado definido foi publicado na edição nº 1263 do Jornal Oficial.

Ao todo foram selecionados 30 projetos nas mais diferentes áreas, passando por teatro, música, artesanato, circo e cinema, dentre outras. Ao todo, serão distribuídos mais de R$ 200 mil em prêmios, divididos em quatro categorias. A execução dos projetos, de forma online ou presencialmente, após terminada a vigência do Estado de Emergência em Saúde Pública no Município, está prevista para o primeiro semestre de 2021, com as apresentações sendo agendadas diretamente na Fundação Rio das Ostras de Cultura.

De acordo com a presidente da Fundação Rio das Ostras, Cristiane Régis, é muito importante criar oportunidades para que os artistas locais possam apresentar seus trabalhos. “Dessa forma incentivamos e fomentamos a cultura aqui na nossa cidade, principalmente neste período de pandemia e distanciamento social. Além disso continuamos a ofertar à população o acesso direto a bens e serviços culturais.  Todos que participaram do processo estão de parabéns”, declarou a presidente.

Andrea Henrique de Souza, irmã de André Henrique de Souza - Nego Dé, artista que deu nome ao prêmio, se encantou com a homenagem feita. “Ficamos muito gratos pelo reconhecimento da Fundação Rio das Ostras de Cultura pela homenagem dada à ele, coisa que a cidade natal não reconheceu. André nunca se preocupou com glamour porque fazia o que gostava de fazer desde criança, que era tocar e cantar. Na minha opinião, era o melhor percussionista da cidade. Muito obrigada pelo carinho de vocês”, comentou.

Crédito: Alexandre Trápaga

Mais lidas da semana