Mídias Sociais

Cultura

Em Rio das Ostras, agentes culturais cadastrados aumentam cerca de 600%

Avatar

Publicado

em

 

Da redação

De acordo com os dados do Sistema Municipal de Informações e Indicadores Culturais de Rio das Ostras, o número de agentes culturais cadastrados em Rio das Ostras aumentou quase 600% graças às ações e benefícios oriundos da Lei Aldir Blanc, iniciativa do Governo Federal criada para apoiar profissionais da área que sofreram com impacto das medidas de distanciamento social por causa do coronavírus e que tiveram suas atividades limitadas devido à pandemia.

Os números mostram ainda que, desde agosto de 2020, quando o Município recebeu os recursos do Governo Federal, mais de 800 profissionais ligados à área artística e 230 espaços, coletivos, grupos e instituições culturais e artísticas foram diretamente beneficiados. Outro ponto favorável ao fomento da Cultura é que o número de inscrições para o Edital de Prêmios Nego Dé bateu recorde com 183 cadastradas.

Todos os recursos foram destinados à manutenção da cadeia produtiva da cultura, sejam elas profissionais ou socioculturais, de linguagens artísticas ou aquelas ligadas às manifestações dos saberes e fazeres culturais. Com isso, a oferta de conteúdo foi ampliada, permitindo uma maior visibilidade para a cultura e história da Cidade.

É importante frisar que o aquecimento do setor artístico-cultural beneficiou não só a classe trabalhadora como também a população que está tendo à disposição uma programação diversificada com oficinas, exposições, cursos, workshops, palestras e shows.

Para a presidente da Fundação Rio das Ostras de Cultura, Cris Regis, esse crescimento mostra a importância da valorização da Cultura. “Estamos trabalhando para valorizar o artista local e proporcionar à população cada vez mais o acesso à Cultura nas suas mais diferentes formas”, explicou.

 

Crédito: Cláudio Pacheco

Mais lidas da semana