Mídias Sociais

Cultura

Em Macaé, Polo da Fronteira participa da programação da 12ª Primavera dos Museus

Daniela Bairros

Publicado

em

 

Crianças e jovens do Polo de Cultura da Fronteira apresentaram balé e capoeira no Solar dos Mellos. 

Daniela Bairros

Crianças e jovens do Polo de Cultura da Fronteira se apresentaram durante o encerramento da programação da ‘12ª Primavera dos Museus’, no Solar dos Mellos – Museu da Cidade de Macaé. Com programação durante todo o dia de sábado (22) e fechamento da rua Conde de Araruama para receber artesãos e a gastronomia urbana macaense, o evento foi sucesso de público, promovendo a integração de famílias e entre diferentes segmentos culturais.

A diretora do museu, Viviane Chaves, ressaltou que esta ‘12ª Primavera dos Museus’ buscou promover este espaço cultural como essencial para o município, assim como apontar para a importância dos museus para a sociedade. ‘Que este evento seja um marco para abertura das portas do museu de Macaé para a variedade cultural do município e para todas as comunidades, suas famílias e seus empreendedores’, frisou.

O diretor do Polo de Cultura da Fronteira, Leandro Riscado, levou turmas de dança e de Capoeira de Angola para se apresentarem no Solar dos Mellos. “Nossos objetivos são integrar crianças e jovens com as suas famílias e mostrar talentos durante as nossas apresentações. Estar no museu da cidade é muito especial para os nossos alunos, porque assim eles se percebem como parte desta história. Levar os grupos com a companhia dos pais para participações fora de suas comunidades é mostrar a eles novas possibilidades e ainda incentivá-los à prática da arte e do esporte”, disse.

Estudante do Ciep 407 Municipalizado Neusa Goulart Brizola e moradora do Bosque Azul, Karolane Masabi, 11 anos de idade, já se apresentou com a turma de balé do Polo da Fronteira na praça do bairro, no Teatro Municipal de Macaé (TMM) e agora no Solar dos Mellos. “Gostei do balé desde a primeira aula e achei muito bom me apresentar aqui. Por ser bailarina, me sinto parte da cultura”, disse a menina em seu figurino amarelo.

Amanda Martins, que compareceu ao evento com seus doces e tortas gourmet, conta que entrou para o ramo há seis meses em virtude da crise econômica. Desde então, ela participa de feiras artesanais em Macaé. “Estou me aperfeiçoando, fazendo cursos para valorizar o meu produto. Pretendo voltar durante os eventos regulares do museu, como o ‘Quintas no Museu’, que se inicia nesta quinta-feira (27). Será uma boa oportunidade para o empreendedor e para o público, que poderá prestigiar a cultura do município degustando a gastronomia artesanal. Penso que o museu deve ser isto mesmo, uma mistura de culturas”, considerou.

Já a dona de casa Norma Bretas foi com as amigas passar à tarde de sábado no Solar dos Mellos. Elas apreciaram o artesanato, a gastronomia e assistiram as apresentações culturais do Polo de Cultura da Fronteira. Entretanto, disseram que foram atraídas pela apresentação de Choro com o grupo formado por professores da Escola Municipal de Artes Maria José Guedes (Emart). “Tudo junto assim é maravilhoso! Porque você vem por um motivo e acaba descobrindo outras opções que também podem lhe interessar e assim querer conhecer. O Choro sempre foi característico de Macaé, por isso achei muito bom o museu estar aberto para ele.”, disse.

Quem foi assistir à programação de encerramento da ‘Primavera dos Museus’, além de contação de história, com Margarida Barcelos do grupo Historiarte, do ‘Circo a Céu Aberto’, com Fabiano Freitas, apresentações de capoeira e de balé e show de Choro, já incluídos na programação, ainda foram contemplados com uma surpresa: a exibição do curta metragem ‘Isália’ do cineasta e teatrólogo Marcelo Tosta. O filme que foi exibido às 16h, no auditório Antonio Alvarez Parada, sensibilizou o público com seu discurso poético sobre desejos e frustrações do universo feminino. Tanto durante a sessão de cinema, quanto nas apresentações para as crianças, a plateia ganhou pipoca, tornando o espaço ainda mais receptivo.

Crédito: Mauricio Porão


 

Mais lidas do mês