Mídias Sociais

Cultura

Em Macaé, Cidade Universitária sedia II Festival de Literatura & Cultura a partir de quarta-feira (23)

Daniela Bairros

Publicado

em

 

Daniela Bairros

Em Macaé, a Secretaria Municipal de Educação realizará, a partir desta quarta-feira (23), o II Festival de Literatura & Cultura de Macaé (FlicMac). O evento será realizado até esta sexta-feira (25), das 8h30 às 20h, na Cidade Universitária, com atrações e reflexões sobre o tema central "Mama África - a Literatura e a Arte como forma de vencer o preconceito".

Todas as escolas públicas e particulares do município foram convidadas para participar do evento e a expectativa é de que pelo menos oito mil pessoas prestigiem o festival, segundo o secretário municipal de Educação, Guto Garcia.

A programação será extensa e, nos três dias do festival, haverá atrações simultâneas em seis espaços diferentes: palco, espaço livre, flicmaczinha, café literário, galpão literário e espaço da convivência. O festival é realizado pela Secretaria Municipal de Educação, por meio da Coordenação de Cultura da Superintendência de Educação Integrada, com a equipe de Janaína Pinheiro, e há atrações em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura, como a apresentação da Orquestra Popular Macaense. A entrada é franca, com amplo estacionamento e podem participar pessoas de todas as idades. As atrações vão acontecer no polo universitário que tem acessibilidade por rampas de concreto.

“O FlicMac é uma oportunidade de levarmos literatura e cultura a todas as pessoas no mesmo espaço, cheio de atrações e debates sobre temas importantes, além de programação e conteúdos também para as crianças porque é importante ampliar os conhecimentos desde pequeno. A população terá a oportunidade de conhecer as obras e os autores durante do evento e até bater papo com eles. Convido as crianças, jovens, adultos e idosos para participarem deste festival. Haverá atrações para todas as idades”, destacou o secretário.

O evento reunirá escritores, músicos, contadores de história, palestrantes, dança, apresentação de Jongo, capoeira, exposição de projetos pedagógicos da rede pública municipal de ensino, lançamento de livros, bate-papo e autógrafos com autores. Haverá, ainda, exposição de fotografias e de desenhos e oficinas de turbantes. O I Festival foi realizado em novembro de 2017, na Praia de Imbetiba.

A Cidade Universitária está localizada à Rua Aloísio da Silva Gomes, 50, bairro Granja dos Cavaleiros, em frente ao Shopping Plaza Macaé.
14h - Apresentação do Projeto Violão Encantado do Rio de Janeiro
18h - Lançamento de livro e Intervenção Artística Vida sem sonho e água parada . Prof. Raphael Carvalho
10h30 - Apresentação do Projeto Pérolas Negras . Prof. José Henrique da Silva e exposição de desenhos com a Profª Lorena Reis

Tarde
15h30 - Oficina de Turbantes com Larissa Gomes
Flicmaczinha

Exposição de Projetos Pedagógicos de Educação
Infantil

Experiências significativas
PMPI

Literatura e Imaginação

Riscos e rabiscos Criança e Natureza
Espaço Literarte
Espaço Sons e Ritmos
Espaço do Professor
Café Literário
Manhã
10h30 - Palestra e lançamento de livro
Palestra - Formação de Professores com abordagem das questões étnico racial na Educação
Livro - Formação de Professores, questões contemporâneas . Prof. Jorge Luís dos Santos Vice Coordenador NEAB

UFRJ
Tarde
15h - Palestra com Prof. Marcelo Sampaio de Campos dos Goytacazes e pesquisador de história e cultura popular Os 80 anos do nascimento do escravo do bom samba Délcio Carvalho
16h - Palestra, intervenção e lançamento de livro . Profª Margarete Monteiro.

Crédito: Ana Chaffin

Mais lidas da semana