Mídias Sociais

Cultura

Em Campos dos Goytacazes, encenação da Paixão de Cristo será nesta sexta-feira (19) na Praça do Santíssimo Salvador

Daniela Bairros

Publicado

em

 

Espetáculo terá duração de uma hora. No palco, 70 pessoas, entre atores e figurantes, irão relembrar as últimas horas de Jesus Cristo.

 

Daniela Bairros

Em Campos dos Goytacazes, a 38ª encenação da Via Sacra (Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo), será apresentada na Praça do Santíssimo Salvador, nesta sexta-feira (19), às 20h30. O espetáculo terá duração de uma hora e será apresentado pelo Grupo de Teatro Sacro Dom Carlos Alberto Navarro e conta com o apoio da Prefeitura de Campos, por meio da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL), da Superintendência de Entretenimento e Lazer e Departamento de Turismo.

Na montagem intitulada “Eu sou a Ressurreição e a Vida”, o ator Otaviano Mathins faz sua estreia no papel de Jesus. Por mais um ano, Dorinha Martins dará vida a Maria. Pedro Fagundes viverá Caifás, acompanhado de Flávio Rodrigues (Pilatos), Rodri Mendes (Herodes).

O espetáculo tem direção geral de Pedro Carneiro, com roteiro de Dorinha Martins, direção de audiovisual de Antônio Filho, assistência de direção de Cida Melo, adereços cênicos de Walter Escovão e coreografia de Jovana Anacleto.

Tradição – Criado por Dom Carlos Alberto Navarro, o grupo teve como diretor da primeira montagem, o jornalista e teatrólogo Orávio de Campos Soares. Nos anos seguintes, Felix Carneiro assumiu a direção, dando formato inovador ao projeto. Desde 1994, Pedro Carneiro responde pela direção geral da montagem. O renomado ator Pedro Fagundes, assinou a direção da peça em 2013. Em 2019, Pedro Carneiro celebra os 24 anos da missão de manter viva essa tradição do teatro campista.

Reconhecimento – No dia 20 de maio de 2015, o Grupo de Teatro Sacro tornou-se Patrimônio Cultural e Imaterial do Município de Campos dos Goytacazes. Em 2018, a Câmara de Vereadores concedeu, ao grupo, a Medalha Cidade de Campos, reconhecendo sua importância.

Crédito: Assessoria/Grupo de Teatro Sacro Dom Carlos Alberto Navarro - Foto: Antônio Filho/Divulgação


 

Mais lidas do mês