Mídias Sociais

Cultura

Aluna de dança de Casimiro de Abreu será a 1ª do município a ingressar na Escola Bolshoi de Joinville

Publicado

em

 

Uma aluna da Escola de Dança de Barra de São João, da Fundação Cultural de Casimiro de Abreu, foi a 1ª do município aprovada para uma das 20 vagas anuais oferecidas pela Escola Bolshoi de Joinville, Santa Catarina (SC), após disputa com mais de 200 meninas de todo o Brasil.

Com apenas 11 anos de idade, a jovem bailaria, Stefany Pereira, está em Joinville acompanhada de sua mãe e da diretora da Escola de Dança de Barra de São João, Vanessa Barcellos, que comemorou a aprovação da estudante.
“Antes de cada etapa, relembrei as orientações que a professora Verônica indicou para Stefany. A cada etapa vencida, a segurança da aluna aumentava. O nervosismo ficava com a mãe que vibrava e comemorava junto. Foi importante a participação dela nas aulas online, fortaleceram a base técnica da aluna”, contou Vanessa Barcellos, citando a professora Verônica Borges.
De acordo com a diretora, com a impossibilidade das aulas presenciais em razão da pandemia do coronavírus, muitas alunas desistiram do curso enquanto Stefany permaneceu em seu aprendizado, colhendo os resultados com aprovação para a Escola Bolshoi de Joinville.
“Esse resultado só mostra o quanto o investimento na cultura é importante. É uma alegria sem tamanho para toda a equipe da Fundação Cultural em conseguir aprovar uma de nossas alunas na companhia de balé de maior relevância do mundo e pela 1ª vez na história”, pontuou a presidente da Fundação Cultural de Casimiro, Luciana Garcia.
A Escola do Teatro Bolshoi no Brasil funciona desde março de 2000, na cidade de Joinville, sendo a única filial do famoso Teatro Bolshoi da Rússia, proporcionando a formação de artistas da dança, ensinando a técnica de balé segundo a metodologia Vaganova, além de dança contemporânea e disciplinas complementares.

A Escola de Joinville conta ainda com alunos de diferentes estados brasileiros e do exterior, ressaltando seu compromisso social ao conceder 100% de bolsas de estudo e benefícios para todos os alunos, depois de uma seleção que acontece todos os anos para o ingresso de novos alunos.

A diretora da Escola de Dança de Barra de São João, porém, conta que a jovem bailarina e sua família ainda buscam apoio financeiro para fazer a mudança para a cidade catarinense.

Mais lidas da semana