Mídias Sociais

Cidades

Teatro municipal de Cabo Frio é interditado temporariamente para atividades externas

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

O Teatro Municipal Inah de Azevedo Mureb, em Cabo Frio, está temporariamente interditado para atividades externas. Por enquanto, apenas o setor administrativo e os cursos regulares de teatro, circo e violão continuarão funcionando normalmente. A decisão foi divulgada pela prefeitura na manhã desta sexta-feira, 24.

De acordo com a administração municipal, a decisão foi tomada após uma vistoria técnica realizada no prédio à pedido do Prefeito, Dr. Adriano. Junto a vistoria foi realizada também uma inspeção pelo Corpo de Bombeiros (18º GBM). Após os procedimentos necessários, os laudos apontaram para o não cumprimento de uma série de normas técnicas do CONSCIP (Código de Segurança Contra Incêndio e Pânico), como: não adequação da circulação de público, no que tange a acessibilidade; saídas de emergência que não atendem ao que preconiza o CONSCIP; extintores de incêndio com data de validade vencida; falta de iluminação de emergência com luminotécnica específica; redes internas de iluminação e força necessitando de revisão pois se encontram mal instaladas e aparentes, denotando situação de risco; ferragens das portas de emergência não apropriadas para situações de pânico.

Além destes apontamentos mais graves, que podem colocar o público em risco, há também algumas não conformidades, que necessitam de revisão, tais como: portas empenadas e maçanetas quebradas com trincos e fechaduras soltas, comprometendo a segurança do prédio contra invasões; e banheiros para pessoas com deficiência incompleto, sem o equipamento adequado.

Diante destas constatações, concluiu-se a necessidade de paralisação dos eventos e das atividades públicas do Teatro Municipal Inah de Azevedo Mureb até que as não conformidades apontadas estejam tecnicamente sanadas.

A Prefeitura informou que as equipes do governo estão empenhadas na resolução destes problemas com a maior agilidade, urgência e transparência possível, reconhecendo a importância do prédio do Teatro para o município.

 

Teatro foi reaberto a menos de cinco meses – Não é a primeira vez que o Teatro Municipal fecha as portas para o público por problemas na estrutura. O espaço, que completou 21 anos neste mês de agosto, ficou mais de um ano fechado, pois estava com a estrutura comprometida e o piso tinha que ser trocado. Ainda tinham problemas na parte elétrica. O teatro foi reaberto em março desse ano, após uma obra que custou R$ 145 mil.

Mais lidas da semana