Mídias Sociais

Cidades

Sinpro participa de reunião com Conselho de Educação de Rio das Ostras

Avatar

Publicado

em

 

Dar redação

 

O Sindicato dos Professores de instituições privadas de Macaé, Rio das Ostras e Região (Sinpro) tem alcançado vitórias significativas para a classe de trabalhadores da educação, principalmente durante o período da pandemia do Coronavírus. Uma pressão por parte da gestão de unidades escolares e da população tem ameaçado a saúde e a vida de milhares de pessoas entre professorado e alunado.

Na última quarta-feira (02),  representantes do Sinpro participaram de uma reunião virtual com o Conselho Municipal de Educação de Rio das Ostras para discutir a pauta. Foi definido que o Município vai seguir as recomendações da Prefeitura que, por meio da Secretaria de Saúde, segue as orientações científicas para o retorno das aulas.

Rio das Ostras mantém mais de 7 mil alunos nas escolas privadas nos ensinos Fundamental, Médio e Profissionalizante e, pelo decreto estadual do governador afastado Wilson Witzel, um terço destas crianças e jovens podem retornar aos bancos escolares colaborando diretamente para a mudança das faixas de agravamento na contaminação, levando o município a um colapso sanitário com a Covid-19.

O Sinpro manifestou sua posição contrária ameaçando a acionar a justiça caso o decreto do Estado seja cumprido.

“Foi muito importante ouvir o posicionamento por parte da gestão do Sistema de Ensino Municipal que vem de encontro ao do Sinpro, que caminha junto as instiutições voltadas para a ciência, como a UFRJ, a Fiocruz, entre outros, mas que continuamos vigilantes e a postos”, concluiu Guilhermina Rocha, presidente do Sindicato.

Mais lidas da semana