Mídias Sociais

Cidades

Secretário de Saúde de Cabo Frio é acusado de agredir paciente oncológica

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

O Secretário de Saúde de Cabo Frio, Iranildo Campos, está sendo acusado de agredir uma paciente oncologia, idosa. O caso chegou a ser registrado na Delegacia da cidade e está sendo também analisado pela comissão de direitos humanos da Câmara dos Vereadores.

Segundo informações, a mulher foi convidada para participar de uma reunião na Secretaria de Saúde para esclarecer a confusão registrada, no último fim de semana, na UPA 24h Cabo Frio. Porém, no decorrer da conversar o clima ficou alterado e o Secretário teria dado um tapa na paciente, que tentava impedir que o mesmo saísse da sala. A mulher chegou a registrar um boletim de ocorrência na Delegacia de Cabo Frio.

Do outro lado, a Prefeitura alega que o Secretário foi agredido ao tentar sair da sala, onde acontecia a reunião e precisou se desvencilhar da agressão. O mesmo também teria registrado ocorrência sobre o caso.

 

 

Comissão poderá pedir exoneração do Secretário

 

A suposta agressão foi tema de discussão na sessão da Câmara desta terça-feira, 11, a maioria dos vereadores se mostrou preocupado com a denuncia e se solidarizaram com a paciente.

Na ocasião, representantes da Comissão de Direitos Humanos se mostrou a disposição para investigar o caso e tomar as providências necessárias.

"Eu como presidente da Comissão de Direitos Humanos quero dizer que a comissão tomará as providências necessárias. Ouviremos as duas partes e se esse procedimento apontar que o Secretário agiu de forma contrária ao que deveria ser e agrediu uma mulher, que deveria estar recebendo acolhimento da saúde, nós vamos exigir que o Prefeito faça o que já deveria ter feito, e demitir o secretário", frisou o vereador Rafael Peçanha.

 

 

Agressão na UPA 24h

 

No final de semana, um vídeo circulou nas redes sociais, onde cidadãos e seguranças trocavam agressões na UPA 24 de Cabo Frio, enquanto uma mulher gemia de dor.

Na ocasião, a Secretaria de Saúde afirmou que três homens teriam acompanhado uma mulher em busca de atendimento na madrugada de sábado, 08, na UPA do Parque Burle  . Eles teriam tentado burlar procedimento padrão de acolhimento de pacientes. No momento do atendimento da paciente , outros dois homens tentaram entrar no consultório médico e então um dos seguranças solicitou que apenas a paciente e um acompanhante continuassem no local. Nesse momento, o segurança foi agredido com um soco no rosto.

A paciente vendo a briga saiu do consultório e também agrediu o funcionário. Um segundo segurança que estava na Tenda de Triagem entrou na UPA para tentar defender o colega, quando os acompanhantes da pacientes ficaram ainda mais agressivos. Apenas nesse momento, os seguranças reagiram.

A Prefeitura de Cabo Frio ressaltou que não a paciente foi atendida imediatamente e que não havia falta de profissionais na unidade.

 

Mais lidas da semana