Mídias Sociais

Cidades

Região dos Lagos consegue incentivo de R$ 537 mil destinados a tratamento de pacientes com câncer

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

O município de Cabo Frio receberá um incentivo de R$ 537 mil por mês para tratamento de pacientes com câncer no município. O recurso foi conquistado, após um levantamento realizado pelo Departamento de Controle, Avaliação e Auditoria da Secretaria de Saúde de Cabo Frio em parceria com a Superintendência do Estado, que identificou um déficit financeiro dos municípios da Baixada Litorânea para atendimento em pessoas com a doença. A previsão é que o repasse comece a ser realizado já a partir de novembro deste ano.

O incentivo é baseado na resolução estadual n° 1748 e o anúncio do investimento foi feito pelo secretário de Estado de Saúde, Sérgio Gama. O repasse vai abranger todas as nove Unidades de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacons) do Estado do Rio. A previsão é que o repasse comece a ser realizado já a partir de novembro deste ano.

De acordo com a coordenadora Angélica Maurício, do Departamento de Controle, Avaliação e Auditoria, o estudo foi liderado por Cabo Frio, mas abrange toda a Baixada Litorânea. "O levantamento foi elaborado ao longo dos últimos 18 meses e aceito pela Secretaria de Estado de Saúde. A partir de alguns dados preliminares, já no ano passado o município recebeu R$ 450 mil que foram direcionados ao Hospital Santa Izabel, que é mantenedor da Onkosol, unidade de tratamento de oncologia na cidade e credenciado ao SUS", explicou.

Ainda de acordo com ela, a pesquisa considerou diversos aspectos no que se refere ao atendimento de pacientes com a patologia, como estrutura física da unidade e cuidados ao paciente desde a porta de entrada até tratamentos e atenção paliativos.

“A partir deste incentivo, a Onkosol abre as portas para realizar vários procedimentos como tratamentos de cabeça-pescoço e ginecologia, por exemplo, que nossos pacientes estavam com dificuldades de acesso nos hospitais federais e que a unidade de Cabo Frio não tinha condições de realizar por falta de recursos alocados para realizar estes procedimentos. Então é uma conquista muito importante para o município”, afirmou a coordenadora.


 

Mais lidas do mês