Mídias Sociais

Cidades

Projeto Praia Para Todos inicia sua sexta edição em janeiro em Macaé

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Para auxiliar na logística, 15 voluntários participaram, nesta quinta-feira (26), de um curso específico do projeto.

Em sua sexta edição, o projeto Praia Para Todos estará de volta no dia 5 de janeiro (domingo) no posto 1, na Praia dos Cavaleiros, das 8h às 14h. A programação vai acontecer até o dia 1º de março sempre aos domingos com objetivo de permitir que pessoas com deficiência física permanente ou temporária tenham acesso ao banho de mar. Para auxiliar na logística, 15 voluntários participaram, nesta quinta-feira (26), de um curso específico do projeto.

Na oportunidade, eles aprenderam técnicas sobre o manuseio da cadeira anfíbio, com três rodas que flutuam, e esteira, que facilita a passagem da cadeira até o mar. O 'Praia para Todos' é realizado pela Prefeitura de Macaé, por meio da Secretaria Adjunta de Defesa Civil. Para participar não é necessária inscrição prévia, bastando apenas comparecer ao local com atestado médico.

A equipe, devidamente treinada, junto com os agentes da Defesa Civil vai auxiliar e garantir a segurança dos cadeirantes no mar. De acordo com o coordenador de Projetos e Treinamento, Ricardo Teixeira, no mês de agosto foi realizado um treinamento especial com cerca de 200 voluntários, deste total 25 vão atuar no 'Praia para Todos'. "Este projeto é muito positivo. A resposta e interesse da população pela iniciativa são imediatos. A expectativa é que este ano, o projeto também seja um sucesso", ressaltou.

O treinamento animou os voluntários. Entre eles estavam Roberto Baltazar. "Fiz questão de me tornar um voluntário, pois gosto muito de participar de projetos voltados para solidariedade e ações sociais. Sei que no dia 5 de janeiro vou me emocionar", conta o morador do Centro.

Da mesma opinião é Patrícia Soares, que admite ansiedade para o início das atividades. "Este é um projeto maravilhoso. Quando surgiu a oportunidade de me inscrever não pensei duas vezes. Tenho um sobrinho de 13 anos que tem deficiência e vou levá-lo para participar. Este projeto é incrível, pois é uma troca solidária", conta a moradora do Engenho da Praia.

Em todas as suas edições, o projeto que recebe pessoas de diferentes locais do município atende crianças a partir de seis anos, acompanhadas pelos pais ou responsáveis, e adultos. Para mais informações, basta entrar em contato com o número (22) 2796-1263.

Foto: Guga Malheiros

Mais lidas da semana