Mídias Sociais

Cidades

Projeto Piloto de Coleta Seletiva Solidária é iniciado em Cabo Frio

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

O projeto piloto Coleta Seletiva Solidária já começou a ser implantado em Cabo Frio.  O projeto é uma parceria entre a Coordenadoria Geral de Meio Ambiente, Secretaria de Educação, Comsercaf e Cooperativa de Catadores e Coletores de Materiais Recicláveis (COOPERFRT) e a princípio será implantado nos bairros são Centro, Vila Nova, Passagem e Marlin, além da Praia do Forte e Ilha do Japonês.

Segundo o coordenador de Meio Ambiente, Eduardo Pimenta, o objetivo da coleta seletiva é minimizar custos de forma que a verba usada para pagar o aterro sanitário seja aplicada em outras áreas como saúde, educação e segurança, por exemplo. “A coleta seletiva está sendo implantada por causa da necessidade que existe do poder público em diminuir o volume de lixo que é depositado no aterro sanitário. Isso representa uma fatia significativa do orçamento do município. Por isso começamos a promover essa ação para que seja feita a política reversa de reciclar ao invés de encaminhar para destinação final”, explicou.

Ainda de acordo com Pimenta, a coleta seletiva traz melhorias significativas para o meio ambiente. “Porque tudo que possa ser reutilizado deixa de ser retirado do ecossistema”, completou.

Para que a coleta ocorra é necessário que os moradores separem o lixo orgânico do não orgânico corretamente. A recomendação é para que num saco preto seja colocado todo o lixo úmido, como restos de comida, fraldas, bitucas de cigarro, folhagens e papel sujo como filtro de café, por exemplo. Em sacos de outras cores devem ser armazenados os lixos secos: metais, papéis, plásticos e vidros. Dessa forma fica fácil dos catadores identificarem o tipo de material fazendo a destinação correta.

Inicialmente a coleta vai acontecer às segundas, quartas e sextas-feiras, a partir das 8h, no Centro, Passagem, Vila Nova e Marlin. Na Praia do Forte e Ilha do Japonês será realizada todos os dias. Já no centro comercial sempre a partir das 18h. Em breve o projeto vai se estender para outros bairros e o distrito de Tamoios.

Todo material reciclado recolhido será destinado à Cooperativa de Catadores e Coletores de Materiais Recicláveis (COOPERFRT), onde será feita a triagem, separação, prensagem e destinação final. O importante é não colocar o lixo reciclado junto com lixo orgânico.


 

Mais lidas do mês