Mídias Sociais

Cidades

Programa de microcrédito transforma sonho de dupla macaense de fabricar cervejas artesanais em realidade

Avatar

Publicado

em

 

Com o cheiro marcante do lúpulo e o gostinho adocicado da cevada, é de grão em grão que o microempresário Marcelo Mouzer e o sócio Rui Rabelo fazem, a cada dia, um sonho virar realidade: transformar um pequeno sítio na Granja dos Cavaleiros em uma grande fábrica de cerveja. Mas, para que o projeto caseiro saísse do papel e ganhasse status mais profissional (com direito à criação de um curso específico para novos cervejeiros), foi fundamental o apoio do programa de microcrédito, Macaé Acredita em Você, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Tecnológico e Turismo, em parceria com a Agência Estadual de Fomento-AgeRio, onde Marcelo e Rui conseguiram o valor máximo de empréstimo: R$15 mil.

Por enquanto, a La Luna Cervejaria Artesanal (nome inspirado nas filhas dos sócios, Luiza e Nathália) vai crescendo, tomando forma e conquistando adeptos na produção da cerveja com toque especial do que se tem no quintal: coentro, jabuticaba, pitanga, casca de laranja ou até mesmo fruta pão, o novo sabor que o somelier e o cervejeiro estão trabalhando para apresentar, em breve, ao público.

Até julho, já deve estar disponível no mercado, após o registro que está em andamento no Ministério da Agricultura. A cervejaria surgiu após a união de amigos apreciadores da bebida, que fizeram um curso e logo depois fundaram uma confraria, em agosto de 2013. E em dezembro do mesmo ano já estavam fabricando cerveja, por hobbie. Atualmente, a dupla de amigos oferece cursos em toda a região. "Com o tempo, fomos adquirindo equipamentos e com o empréstimo, conseguimos mais ainda. Hoje, somos 40 associados pela Cerva. E com os formandos pelo curso La Luna, são 80", explicou Marcelo.

O empresário conta que há um universo de possibilidades na combinação de sabores com o lúpulo e a cevada. "É possível experimentar com condimentos, frutas. Tem também os maltes especiais. A cerveja de pitanga, por exemplo, participou de um concurso de cerveja caseira. E não compramos polpa de fruta. Usamos as que temos plantadas no sítio", contou.

Crédito - Com a assistência da prefeitura, Marcelo conseguiu um limite maior do que esperava de empréstimo. "Pensávamos em algo em torno de R$ 8 mil. Mas com o dinheiro a mais, investimos muito mais. Com o dinheiro em mãos, é possível fazer melhores negócios. Compramos 20 barris de armazenamento e outros equipamentos. Também investimos nos cursos, pois nosso projeto foi dividido em três: cursos, fabricação de cerveja e um clube com cervejeiros, onde teremos degustações, ideias diferentes, encontros".

Nova parceria - Em três anos, já foram oferecidos pelo programa quase R$ 3 milhões em crédito produtivo e orientado. E para ampliar a oferta de recursos do programa de microcrédito "Macaé Acredita em Você", o subsecretário de Micro e Pequena Empresa, Leonardo Pessanha, comemorou a nova parceria com o Banco do Brasil, a fim de promover, ainda mais robustez ao programa.

A iniciativa prevê a disponibilização de créditos para pessoa física e autônomos. A expectativa é que, durante um ano, o Macaé Acredita em Você consiga realizar mais de R$ 1 milhão de reais em liberação de créditos. A proposta é contribuir com a economia do município.

O processo de empréstimo depende da aprovação da instituição bancária. Mais informações podem ser obtidas na Casa do Empreendedor, na Rua Agenor Caldas, 261, Imbetiba.

Mais lidas da semana