Mídias Sociais

Cidades

Prefeitura de Macaé monta força-tarefa para restabelecer normalidade na região serrana após chuvas

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Todas as equipes da Prefeitura de Macaé foram acionadas e deslocadas para restabelecer a normalidade das áreas da região serrana afetadas pelas chuvas que atingem a cidade desde a última quarta-feira (7). Os distritos da serra foram os locais mais prejudicados pela enchente.

Uma força tarefa atua na limpeza, desobstrução de vias, controle do trânsito, vistorias em imóveis, reparo de pontes, atendimentos nas áreas de saúde e desenvolvimento social .Todo o sistema de abastecimento de água da serra está operando normalmente.

No início da tarde desta sexta-feira (9), foram enviados para a região serrana um retroescavadeira e um caminhão com pá carregadeira.  O número de desalojados pela chuva em Macaé é de 59 pessoas, segundo o último levantamento feito pela prefeitura.  Deste total, 36 desalojados estão na área urbana e 23 na região serrana do município. Um gabinete de crise foi montado Centro de Convenções do município com equipes das secretarias de Ordem Pública, Mobilidade Urbana, Defesa Civil e Saúde.

O município decretou estado de emergência pós o temporal que causou a queda parcial da Ponte do Trapiche. O prefeito Dr. Aluízio acompanha de perto as ações na região serrana do município. Na noite de quinta-feira (8), o Departamento de Estrada e Rodagem (DER) iniciou montagem de passarela de pedestres na localidade de Trapiche, com previsão de término ainda nesta sexta-feira (9).

Com a interrupção da ponte, o transporte de passageiros acontece com baldeação. Estão sendo montadas tendas nas duas extremidades para uso dos passageiros. Na região serrana, apenas a linha de ônibus do Frade está circulando até o distrito de Trapiche, ainda sem condições de transbordos.

O volume esperado de acúmulo de água é de 30 mm para esta sexta. De acordo com a Defesa Civil, choveu 120 mm na área central e 240 mm na região serrana, entre quarta (7) e quinta-feira (8), quando a média para toda a cidade era de 140 mm no mês.  O acumulado, segundo o Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden), foi de 288,8 mm nas últimas 96 horas na região litorânea.


 

Mais lidas do mês