Mídias Sociais

Cidades

Prefeitura de Cabo Frio terá que prestar esclarecimentos ao MPF sobre o fechamento do Hospital da Criança

Publicado

em

 

 

O Ministério Público Federal (MPF) solicitou ao prefeito e ao secretário municipal de Saúde de Cabo Frio explicações sobre o fechamento do Hospital Municipal da Criança. A unidade está desativada desde o início de dezembro de 2016

Em despacho assinado pelo procurador da República Leandro Mitidieri, a prefeitura tem 15 dias para informar quais providências estão sendo tomadas e qual o prazo para apresentar uma solução ao caso.

O prefeito e o secretário também deverão comunicar o número estimado de atendimentos que eram realizados mensalmente naquela unidade de saúde e explicar se o Hospital da Mulher, onde hoje está sendo realizado os atendimentos pediátricos,  consegue absorver integralmente a demanda gerada com a desativação do Hospital Municipal da Criança. Foi solicitado ainda que seja encaminhada a documentação que comprove se esses atendimentos estão sendo realizados.

Através de nota, a Prefeitura afirmou que já foi notificada e o documento está sendo analisado pela Procuradoria Geral do Município.

Sobre o Hospital da Criança - Desde 2016, a unidade está fechada. No ano passado, sob responsabilidade da atual gestão municipal foi realizada uma vistoria, que identificou uma série de problemas no prédio. Entre eles, a presença de moradores de rua, lixo por toda parte, inclusive fezes humanas, detritos diversos, vidros estilhaçados, material hospitalar e outros insumos usados que foram descartados de maneira incorreta, além de equipamentos como incubadoras, berço aquecido, cama de UTI, suportes para berço jogados pelo chão e muita sujeira

Na ocasião, o prefeito chegou a afirmar que seria necessário o investimento em torno de R$ 8 milhões entre obras civis e equipamentos para reabrir o Hospital, o que não seria viável para o município.

Como medida provisória e emergencial, a prefeitura decidiu construir um muro em frente a unidade, até que fosse decido o que fazer.

Mais lidas da semana