Mídias Sociais

Cidades

Mais de 500 animais foram recolhidos das ruas de Cabo Frio em 2017

Publicado

em

 

A Superintendência de Proteção aos Animais alerta que maus tratos aos animais é crime previsto em lei. 

Um levantamento divulgado pela Superintendência de Proteção aos Animais de Cabo Frio apontou que durante o ano de 2017, mais de 500 animais foram resgatados das ruas. Diante desse número alarmante, o órgão decidiu iniciar uma campanha de conscientização sobre o assunto. Vale lembrar que maus tratos aos animais é crime previsto em lei.

Segundo a superintendente Carol Midori, o alerta se faz necessário uma vez que é alto o número de ocorrências de maus tratos e de abandono de animais em Cabo Frio. O órgão recebe uma média de mais de duas denúncias de maus tratos, por mês. Isso sem contabilizar os animais abandonados na rua.

“Os animais são como crianças, precisam de atenção, boa alimentação, qualidade de vida em ambiente adequado e cuidados veterinários. E se ele for vítima de abuso, a lei diz que o dono pode ser preso”.

O crime de maus tratos aos animais é previsto na Lei Federal nº 9.605 de 12 de Fevereiro de 1998, e pelo Decreto nº 24.645, de 10 de Julho de 1934, que definem que é crime deixar o animal mantido sobre guarda sem os devidos cuidados, acorrentado, preso, em espaço pequeno, local sujo, exposto ao sol, sem abrigo da chuva, das altas e/ou baixas temperaturas. A lei se aplica também a quem “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos”. A pena pode ser de detenção de três meses a um ano e multa.

Além de trabalhar a conscientização, a Superintendência de Proteção aos Animais de Cabo Frio também disponibiliza um telefone para que a população possa realizar denúncias de maus tratos aos animais, ou solicitar adoção: (22) 99237-6507. Denúncias também podem ser feitas diretamente no Canil Municipal, que fica localizado na Fazenda Campos Novos, na Rodovia Amaral Peixoto, Km 124, em Tamoios.

Só no ano de 2017 mais de 500 animais foram recolhidos das ruas da cidade (destes, 401 foram adotados através das 18 feiras de adoção realizadas pela Superintendência, ou através das redes sociais). Em um ano também foram verificadas 32 denúncias de maus tratos, uma média de mais de duas por mês. Todos os animais recolhidos recebem cuidados médicos através de veterinários.

Mais lidas da semana