Mídias Sociais

Cidades

Gestantes são contempladas com enxoval em Carapebus

Publicado

em

 

Os kits possuem aproximadamente 15 peças, manta, cueiro, pagão, pijama de flanela, conjunto com manga, meia manga e sem mangas, bory, toalha de capuz, toalha de fralda, babado, toalha de boca, travesseiro entre outros itens.

Da redação

A prefeitura de Carapebus, através da secretaria de Assistência Social, proporcionou alegria para sete gestantes, quando entregou na tarde da última quinta-feira (26), kits de enxoval de bebes para as futuras mamães, que participam do projeto Oficina Paif, no Centro de Referência e Assistência Social – CRAS Centro.
Mensalmente são realizados encontros com as futuras mamães com psicólogos, enfermeiros, assistentes sociais, para tratar de temas como; o acesso aos direitos das gestantes, doenças sexualmente transmissíveis, os benefícios oferecidos pelo CRAS através do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família - PAIF. Esses benefícios contemplam as gestantes que já estão entre o sétimo e nono mês de gestação e que estão fazendo o pré natal na rede municipal de saúde.
Os kits possuem aproximadamente 15 peças, manta, cueiro, pagão, pijama de flanela, conjunto com manga, meia manga e sem mangas, bory, toalha de capuz, toalha de fralda, babado, toalha de boca, travesseiro entre outros itens.
Segundo a Coordenadora do Programa Benefícios Eventuais, Joselita Regis de Paula, mais conhecida como Preta, os kits são confeccionados pelo próprio programa. “Nossas costureiras e artesãos que montam os kits, todos com detalhes e acabamentos em crochê e da cor do sexo do neném. Vamos aumentar o número de peças oferecidas no kit, incluindo cobertor, macacão e fraldas. Nosso intuito é que o bebe tenha todo o conforto nos primeiros meses de vida”, falou Preta.
De acordo com a secretária de Assistência Social, Cíntia de Camargo, o programa Oficina Paif, não é apenas para doar o enxoval. “A oficina serve também para troca de informações entre as mães. Elas são orientadas sobre a importância do pré-natal para a saúde delas e do bebê. No momento o programa possui aproximadamente 15 gestantes e quando chegar entre o sétimo e oitavo mês a mãe recebe o kit, porque é um período em que a criança pode nascer a qualquer momento”, destacou Cíntia.

Crédito: Divulgação

 

Mais lidas da semana