Mídias Sociais

Cidades

Família de turista que morreu em Cabo Frio doa os órgãos da vítima

Publicado

em

 

Marcos, de 44 anos, teve morte cerebral após se afogar na Praia do Forte. 

A família de um turista, que acabou morrendo após se afogar na Praia do Forte, na última semana, decidiu doar os órgãos da vítima e salvar outras pessoas do mesmo destino.

Uma equipe da Central de Transplantes, responsável por todos os procedimentos técnicos, desembarcou em Cabo Frio, onde realizou a cirurgia de retirada dos órgãos. Em seguida, eles foram levados de helicóptero para a Central Estadual de Transplantes, na Gávea, no Rio de Janeiro. No local os órgãos serão encaminhados a pessoas, que estão na fila de esperar por um transplante.

Marcos, 44, morador de Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte e estava em Cabo Frio de férias. Ele teria se afogado na Praia do Forte e apesar de ter recebido os primeiros socorros e ter sido encaminhado para o Hospital Central de Emergência não resistiu e acabou indo a óbito.

 

Mais lidas da semana