Mídias Sociais

Cidades

Em parceria com a Prefeitura de Macaé, associação realiza distribuição de kits para desligamento do sinal analógico

Daniela Bairros

Publicado

em

 

Kits estão sendo entregues a beneficiários de programas do governo federal. Para retirada, é preciso fazer agendamento pelo 147 ou pela internet. Sinal analógico será desligado no dia 28 de novembro.

Daniela Bairros

 

Atenção para a data: 28 de novembro, dia em que o sinal analógico de televisões será desligado em todas as regiões. Você, que tem uma televisão de tubo já providenciou a conversão para o sinal digital? Se não, ainda dá tempo. Em Macaé, a  Seja Digital, em parceria com as Secretarias de Assistência Social e Educação, está fazendo a distribuição dos kits para instalação  do sinal digital. Segundo Kelly Cardozo, Coordenadora local da Seja Digital, têm direito de receber o kit pessoas beneficiárias de programa do governo federal, que possuem o NIS (Número de Identificação Social). Ainda segundo ela, cerca de 20 mil pessoas  deverão receber os kits em Macaé.

A Seja Digital é uma associação sem fins lucrativos e é a responsável por fazer a migração do sinal analógico para o digital nas capitais e grandes cidades. “A primeira fase foi realizada na capital e em 18 cidades no ano passado. Agora estamos na segunda fase, aqui no interior. Todas as 59 cidades serão visitadas para que a campanha do sinal digital seja divulgada”, explicou.

Em entrevista ao Diário da Costa do Sol, Kelly ressaltou que quem tem direito de retirar o kit, é só fazer o agendamento no dia e horário local que escolher. “Quem tiver dúvida se tem ou não direito de retirar o kit, é só ligar no 147. Tendo direito, é só fazer o agendamento. Não tendo o direito, é necessário providenciar o kit porque o sinal analógico será definitivamente desligado em todas as regiões”, enfatizou. O agendamento também pode ser feito pelo site: www.sejadigital.com.br.

A coordenadora da Seja Digital afirmou também que até novembro, serão realizadas campanhas para informar e sensibilizar a população de Macaé e região, que o sinal analógico será desligado no dia 28 de novembro. Quem possui TV paga ou a cabo já tem sinal digital. “Para saber se a televisão é digital ou não, geralmente possui a letra A de analógico. Então vai precisar digitalizar. Também é preciso observar se a televisão plana antes de 2010 é digital, consultando o manual. A partir de 2010 todas já são digitalizadas. Se o controle remoto for daquele colorido, já é digitalizada. Todas as tvs de tubo precisam de um conversor digital e a proposta é estimular a troca do sinal. A alternativa foi comprar os kits para que essa troca seja feita gradativamente. Porque o aparelho funciona, só precisa de adaptação, que é o conversor”, explicou Kelly.

Kelly Cardozo divulgou ainda que eventos serão realizados para incentivar o agendamento e a retirada do kit. “Depois que fizer o agendamento, e retirar o kit em um dos pontos e, caso tenha alguma dificuldade para fazer a instalação, o beneficiário participa de um curso rápido, com duração de 15 minutos, de como fazer a instalação. Chega em casa e instala. Para estimular a instalação, o beneficiário que tem o direito de receber o kit recebe um código. Ao chegar na residência para efetuar a instalação, entra em contato com o 147, informa o número deste código e do NIS e concorre a R$ 2 mil. É uma forma também de estimular a digitalização”. Os eventos serão marcados nos próximos dias, em escolas com pais de alunos. Serão realizadas atividades lúdicas nas unidades de ensino, enquanto os pais fazem o agendamento para retirada do kit. “Futuramente, vamos fazer em Macaé o mutirão de instalação. Vamos escolher algumas comunidades que estão com baixa volumetria de digitalização para estimular, gratuitamente, essa instalação. Vamos contratar jovens das comunidades da cidade para fazer a instalação. Além de gerar renda, é a facilidade que encontramos, porque o próprio morador da comunidade poderá fazer a instalação. Essas ações estão programadas para setembro”, disse.

Beneficiárias

Ao descobrir por um anúncio na televisão que poderia continuar vendo seus programas favoritos com comodidade pela antiga TV de tubo, que fica em seu quarto, a auxiliar administrativa Valdirene Viana Xavier, de 44 anos, correu para o telefone e ligou para o 147 na última sexta-feira (17). Ela queria saber se tinha direito ao kit gratuito com antena digital, conversor e controle remoto e ficou surpresa ao ser informada pela atendente que era uma das mais de 21 mil famílias beneficiadas em Macaé. Moradora do bairro Lagomar, ela vive com o marido, mas são os três netos  que estão sempre em sua casa  que mais veem TV.

Valdirene agendou a retirada do kit gratuito para o dia seguinte e foi ao Centro de Convivência do Idoso (CCI), na Barra, no horário agendado por ela. A auxiliar administrativa também assistiu a um treinamento feito por um profissional que forneceu as orientações necessárias para a instalação. “Foi muito fácil, O manual de explicação ajuda muito. Meu marido, que é pescador, estava no mar, então, instalei sozinha. Nem coloquei a antena em cima do telhado. Ela ficou no quarto mesmo e as imagens são limpas, sem chuviscos, sem fantasmas. Fiquei encantada com todo esse processo.  Uma grata surpresa, não tenho como agradecer toda essa comodidade. E eu ia jogar essa televisão fora. Até comprei uma mais moderna para a sala. Ainda bem que não joguei”, disse, empolgada, a moradora de Macaé.

A auxiliar administrativa também quis instalar imediatamente o kit para participar da promoção Instalação Premiada, com sorteio previsto para o dia 5 de setembro, quando o ganhador terá direito a R$ 2 mil em cartões pré-pagos

“Fiz tudo certinho para ter direito ao sorteio. Quando vi aquele número aparecer na tela da TV mal pude acreditar. Liguei logo para o 147 e informei o código à atendente, que disse que eu já estava participando do concurso. Preciso fazer uma cirurgia neste valor porque tenho trombose nas pernas devido à diabete. Seria mais uma benção se eu fosse a ganhadora”, contou Valdirene.

A dona de casa Elizabethe Gonçalves da Silva, de 41 anos, moradora da Ilha Leocádia, em Macaé, também correu para agendar a retirada do kit, para não perder tempo em participar do sorteio da Instalação Premiada, programado para acontecer no dia 5 de setembro. Ela retirou o kit no dia 17 de agosto e na mesma data, quando chegou em casa, instalou o equipamento. “Instalei o meu, o da minha mãe. Já estou craque”, brincou Elizabethe que não perde a esperança em poder ganhar R$ 2 mil em cartões pré-pagos. Ela, que mora com o filho de 20 anos, diz que a TV é a sua eterna companheira. Como passa grande parte do dia em casa, cuidando da neta de um ano, ela se distrai com a programação das novelas de vários canais e filmes também. Elizabethe soube que poderia ter direito ao kit gratuito por uma mensagem que recebeu em seu celular. “Meu filho de 20 anos é torcedor do Palmeiras e está amando as imagens do campo de futebol. Dá pra ver a grama com muita nitidez. Tem até canais que eu nem sabia que existia. Agora são vários.”

Crédito: Divulgação

Mais lidas da semana