Mídias Sociais

Cidades

Dia de Campo reúne produtores no Horto Municipal de Quissamã

Publicado

em

 

Para marcar o Dia do Produtor Rural, nessa terça-feira (25), a secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Pesca de Quissamã realizou um Dia de Campo, com várias ações na parte da tarde no Horto Municipal.

A abertura aconteceu no auditório, com a presença da prefeita Fátima Pacheco, do secretário de Agricultura, João de Nilo, vereadores Luciano Pessanha, José Borba e Calico, além de técnicos da Emater-Rio e da secretaria, além de produtores rurais.

Fátima falou sobre o trabalho desenvolvido no Horto, a importância da atividade agrícola para a região e dos projetos para o setor.

— A equipe da secretaria tem trabalhado muito, como na recuperação do Horto, em seis meses, e feito parcerias com outros órgãos agrícolas para avançar. Aqui se produz diversas espécies de plantas nativas, ornamentais e de hortaliças, de qualidade. Temos buscado recursos junto ao Ministério da Agricultura para os nossos projetos, como “Fazenda Escola” e “Farmácia Viva”, que serão implantados — disse.

O secretário João de Nilo destacou que no Horto se produz variedades de olerícolas para subsidiar o pequeno produtor e a merenda escolar. “Temos produtos de excelência que estão indo diretamente para a nossa rede escolar, sem utilização de agrotóxicos. Estamos empenhados para que a nossa parceria seja multiplicada nas lavouras”, ressaltou.

Em seguida, o técnico agrícola Israel Francisco de Oliveira acompanhou os participantes até uma estufa, onde são cultivadas mudas de hortaliças, que este ano já chegou a produzir 144 mil mudas. Parte delas foi distribuída com as escolas e produtores da Feirinha da Roça.

Houve uma apresentação de combate do fungo que afeta o quiabo, e o veterinário Ney Aleixo chamou a atenção para o consórcio de culturas, como pimentão-alface, entre outras.

O chefe de Benefícios do INSS-Macaé, Alexandre Mendonça, fez palestra para os agricultores familiares sobre aposentadoria, salário-maternidade, auxílio-doença e pensão por morte.

Logo após foi exibido um vídeo sobre o plantio de cana-de-açúcar, abacaxi e feijão-de-corda na região, e encerrando a programação aconteceu a assinatura de documentos de habilitação para a chamada pública do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

 

 

Mais lidas da semana