Mídias Sociais

Cidades

Carapebus realizará teste da orelhinha

Daniela Bairros

Publicado

em

Para implantação do teste, basta aquisição do aparelho de emissão sonora e outros instrumentos para complementação do exame.

 

Da redação

Ainda neste semestre, o município de Carapebus passará a realizar o Teste da Orelhinha, uma triagem em recém- nascidos e crianças, visando detectar possível deficiência auditiva e seu tratamento. O projeto aprovado pelo secretário municipal de Saúde, Tiago Mesquita será encabeçado pela fonoaudióloga, Vera Lúcia Marmelos Ganiel, que atua na Unidade Básica de Saúde(UBS Centro). Para sua implantação basta agora a aquisição do aparelho de emissão sonora e outros instrumentos para a complementação do exame.

A fonoaudióloga Vera Ganiel – uma entusiasta do projeto – explicou que o Teste da Orelhinha é exigido pelo Ministério da Saúde desde 2010, quando tornou-se obrigatório em território nacional através de lei 12303 de 08-10.  “Assim como o teste do pezinho e outros, esse exame permite se detectar precocemente uma deficiência auditiva, que se tratada a tempo, evita que a criança enfrente problemas de aprendizado ou de fala, sendo erroneamente tachado de deficiente, autista ou preguiçoso”, lembra.

Segundo ela, o atendimento a pessoas com deficiência auditiva foi implantado em 2006,  na gestão do então prefeito Eduardo Cordeiro e de lá para cá, mais de 500 moradores foram  atendidos com problemas auditivos. Em apenas um ano, foram atendidas oitenta e uma pessoas entre jovens e adultos, sendo destes, quarenta e oito foram contemplados com a prótese auditiva bilateral. “O mais importante, é que todos já receberam aparelhos auditivos considerados  da melhor qualidade, pois, a indicação e contemplação da prótese auditiva do PROASA, será mediante exames realizados na instituição. O governo federal entrega gratuitamente esses aparelhos importados para quem precisa. Procurar a fonoaudióloga, Vera Ganiel na unidade de saúde do centro (UBS)”.

O programa do Teste da Orelhinha será desenvolvido em parceria com o Programa de Atenção à Saúde Auditiva (Proasa) desenvolvido pelo Ministério da Saúde em acordo a ser firmado com a Prefeitura de Carapebus.

Crédito: Divulgação

Mais lidas do mês