Mídias Sociais

Cidades

Campanha Vacinação Solidária arrecada 1,5 tonelada de alimentos em apenas um dia em Macaé

Publicado

em

 

Prefeito Welberth Rezende e primeira-dama Quelen Rezende recebem alimentos doados para a campanhas no Hotel de Deus.

A campanha Vacinação Solidária de Macaé continua arrecadando alimentos não perecíveis. Apenas nesta terça-feira (13), os pontos de coleta somaram 1,5 toneladas de doações feitas pela população e empresários da cidade.

Segundo a prefeitura, desde o início da campanha, em maio, já foram arrecadadas mais de cinco toneladas de alimentos. A inciativa é liderada pela primeira-dama, Quelen Rezende, e quem quiser colaborar pode entregar as doações nos polos fixos de aplicação das doses das vacinas contra a Covid-19.

"Agradecemos essa doação e a todos que estão participando de coração. A campanha não tem fechamento, enquanto houver a vacinação, estaremos arrecadando essas doações que são direcionadas às pessoas que se encontram em vulnerabilidade. A iniciativa é para quem quiser ajudar, associando a vacina com essa solidariedade humana e cristã de levar alimento a quem precisa", explicou a primeira-dama.

A campanha tem recebido o apoio de empresas da cidade. A Usina Termelétrica (EDF) Norte Fluminense, inclusive, se prontificou a duplicar o total de alimentos arrecadados pelo município.

Todo o alimento doado para a Vacinação Solidária será doado para as instituições sociais de Macaé, como a Casa do Idoso, Recanto dos Idosos, Toca de Assis, Sentrinho, Lar de Maria e Fazenda Esperança.

A distribuição acontecerá no final de julho, logo após o aniversário da cidade, no dia 29. Na ocasião, haverá uma live promovida por artistas locais, onde se espera arrecadar mais alimentos para a campanha.

"As doações não param de chegar, tanto de empresários da cidade quanto da população, que está levando doações nos pontos de arrecadação. Muito obrigado a todos que doaram", destacou o prefeito Welberth Rezende.

Foto: Jaque Carvalho.

 

Mais lidas da semana