Mídias Sociais

Artigos

Sem voto

Avatar

Publicado

em

 

Pesquisas realizadas por alguns dos mais importantes institutos apontam que cerca de 30% dos eleitores brasileiros (dos quase 150 milhões) pretendem votar branco ou nulo em outubro próximo. Dentro da margem percentual -para mais ou para menos - bem como pelo que se escuta nas ruas, no trabalho, nos ambientes de descontração, etc, e se analisa nos debates feitos entre "experts", este índice poderá ser superado. A falta de perspectivas e, principalmente, a insatisfação pela classe política, somada à intolerância aos desvios praticados por ela, ainda devem fazer crescer outro grande sinal de alerta assaz perigoso: o das abstenções, muitas das quais quando o eleitor não faz nenhuma questão de dirigir-se a sua sessão eleitoral para " cumprir com o dever cívico". Aliás, coisa cada vez mais rara num país onde a malversação de dinheiro público, a cleptocracia, a maneira perdulária de governar, o nepotismo, as vergonhosas benesses aos agregados aos Poderes da República ( em todas as esferas) e o antipatriorismo são cada vez maiores. E como o povo, que um dia disseram

" não saber votar, vem aprendendo direitinho com os " professores" - presidentes, governadores, prefeitos, senadores, deputados e vereadores -, é bem capaz que no dia 7 de outubro a maioria opte em não votar, algo que, em condições normais, teria de ser uma atitude abominável num processo de aprimoramento democrático.

 

João Direnna é jornalista e psicólogo

Mais lidas do mês