Mídias Sociais

Artigos

O Rio vai mal de saúde

Avatar

Publicado

em

 

A ligação do Macaense com a cidade do Rio é inevitável. Trata-se da nossa capital e o destino temporário de muitos de nós a trabalho ou passeio. Saber que a saúde da cidade do Rio vai de mal a pior nos afeta sim, e muito.

Segundo o jornal O Globo, a prefeitura e o estado estão em um grande conflito: de quem será a responsabilidade por dois hospitais. O estado alega que o governo anterior havia transferido a responsabilidade para o município. A prefeitura diz que passou para o outro prefeito e, ao contrário do combinado, não houveram repasses financeiros de dívida do estado e para ajuda de custeio do hospital.

Os hospitais em questão são o Albert Schweitzer (Realengo) e Rocha Faria (Campo Grande), ambos na zona oeste e que em média atende mais de 27 mil pessoas por mês. Não bastasse o fato de ninguém querer assumir a responsabilidade por eles, os hospitais já estão em situação ruim a muito tempo, com demora no atendimento, falta de insumos e até mesmo roupa de cama.

Fato é que o município e o estado passam por grandes problemas financeiros, isso é inegável. Entretanto o que causa muita aflição e qual o destino que será dado para essas pessoas?  Só quem não pode sofrer mais do que já sofre é a população, e os chefes dos respectivos executivos tem que ter isso como norteador.

Infelizmente isso tudo que já é gravíssimo é ainda pior quando passamos a desconfiar que, além da motivação financeira, possa existir uma questão política, visto que o Prefeito e o Governador constantemente estão trocando farpas. A população do Rio não precisa de mais essa.

Uma solução para investir melhor e ter uma saúde de qualidade para a população é o fortalecimento da atenção básica. Prevenindo, cuidando na origem, promovendo saúde e acompanhando quando ainda não é grave, dá melhor qualidade de vida e esvazia os hospitais e a necessidade de atendimento. Não sou um especialista em saúde pública e não é preciso ser para reconhecer isso, mas é essencial que tenha o bem do outro como força motriz da política pública.

 

Daniel Raony

Advogado , Pós-graduado em Gestão de Políticas Públicas e aluno do RenovaBR Cidades.

E-mail: danielraony@hotmail.com

No instagram e no facebook: Daniel Raony

 

Mais lidas da semana