Mídias Sociais

Artigos

A cada amanhecer

Publicado

em

 

A vida na sua profundidade exige uma analise inteligente e brilhante.  Nascemos, para sermos felizes e à medida que a existência avança, deixamos pelos caminhos dejetos que nos cercam impedindo de atingir o topo da felicidade. A cada amanhecer saímos no barco da vida, para caminhos desconhecidos.

O que juntamos, em nossa experiência vivencial, ,deve ser acumulado num terreno baldio de dimensões gigantescas.

O avanço da vida nos exigem coragem e passos convictos, pois toda chegada é também entrada de novas experiências.

O problema que a vida nos impõe, exige de nós, reações imediatas e certeiras.

Anestesiar perante os óbices é se acovardar e cavar desgraças profundas, nos tornando parasitas incômodos desta vida sapeca que nos exige movimentos conclusivos.

Nosso fomento existencial nos deve agrupar em potencial  buscando insaciável  soluções determinantes, temperada com racionalidade convicta.

Ser grande é libertar da pequenez de nossos problemas domando, com elegância, as saídas satisfatórias.

Na vida não há tréguas. Devemos lutar e nos armar eternamente, pois somente assim  enfrentaremos os problemas com  hiper inteligência.

Os problemas nos são oferecidos a medida que sepultamos nossas ações interiorizadas.

Felicidade não é ausência de problemas é reação inteligente a eles envenenando sarcasticamente.

Se nós humanos, perdemos o poder de reação sobre os problemas, seremos robôs  que agem com automatismos e friezas.

Se a vida palpita, a cada amanhecer, devemos colocar na tomada da existência todo nosso potencial cotidiano.

Acredite, na braveza  de seus sonhos de seus dias não irá conter o potencial que nasce a cada amanhecer. Sempre será cada manhã virgem um mundo inteligente e sábio confrontando com raios claros e quentes.

Juarez Alvarenga – advogado e escritor

 


 

Mais lidas do mês