Embora a coletiva de imprensa de apresentação do elenco do Macaé Basquete só tenha acontecido nesta quinta-feira, os jogadores já vinham treinando junto desde a última segunda-feira, dia 5. Antes, os atletas já estavam seguindo uma programação de treinos físicos específica há cerca de três semanas.

O grupo vem trabalhando forte com o objetivo de começar a Liga Ouro com as melhores condições possíveis. Exatamente por isso, o elenco deverá treinar em dois períodos durante o Carnaval. Neste início de trabalho, o técnico Léo Costa está começando a conciliar os treinos físicos com os táticos, como sempre acontece na pré-temporada.

Durante a coletiva, alguns dos reforços foram oficialmente apresentados a imprensa. O ala Castellon foi um dos que falou com os jornalistas. “Gostaria de dizer que estou muito feliz de estar defendendo esse projeto. Tive a oportunidade de defender o Macaé uma vez e acabei optando pelo Fluminense. Quando enfrentei o Macaé ficou aquele gostinho de que poderia estar aqui. A torcida apoia até o final e isso é muito bom. Que a gente possa fazer uma excelente Liga Ouro, se possível com o título e que consigamos o acesso ao NBB”, afirmou.

Após ter passado pelas categorias de base do clube, Pablo Sueiro está de volta ao Macaé e mais motivado do que nunca. “Assim que o Léo me ligou para esse retorno após dois anos fora eu não tive dúvidas em aceitar. Justamente porque conheço o trabalho dele e sei o quanto capacitado é não só ele como toda a equipe. O atleta é movido a desafios e como toda a minha vida esportiva eu fui movido a desafios logo aceitei. O grupo de jogadores é fantástico”, ponderou o atleta.

Pitico foi outro a falar com a imprensa. “Estou muito feliz de poder estar aqui de novo. Já senti o gostinho da torcida e de poder jogar com o Juquinha lotado em 2017. Tive uma lesão grave e me recuperei muito bem para esse ano poder ajudar novamente o clube. Confio muito no trabalho do Pablo e do Léo. São caras excelentes e muito sérios. Poder estar aqui com esse pessoal e os jogadores que tive o prazer de jogar é muito gratificante. Espero retribuir um pouco do carinho que o próprio Macaé teve comigo nesse tempo”, afirmou Pitico.

Os norte-americanos TJ Bell, Nate Barnes e Isaac Thornton também marcaram presença no bate-papo com a imprensa. “Minha expectativa é de que todo time treine duro, que jogue duro e que entregue tudo que se comprometeram para fazer um belo espetáculo, afirmou Bell, que está tendo sua primeira experiência no Brasil. “Tenho a expectativa de que vai ser uma liga muito competitiva e quero entregar o meu melhor nessa passagem por Macaé”, disse Nate.

Sérgio Barcellos

Foto: Matheus Cordeiro