Prefeita Fátima Pacheco ainda conseguiu fechar 2017 comprando vans e adquirir equipamentos para saúde.

A cidade de Quissamã, no Norte Fluminense iniciou 2018 com o pé direito. A cidade enfrentou a crise do ano de 2017, fechando dezembro com o nome limpo  no Cadastro Único de Convênios (CAUC).

O município figurou por vários anos a lista negra de convênios por não prestar contas de recursos repassados pela União. Mérito da prefeita Fátima Pacheco, que ainda conseguiu comprar vans e adquirir equipamentos para saúde. Com a regularização da situação com a União, a cidade volta a receber transferências voluntárias por meio de convênios.

Da Redação

*Com informações do Portal Viu