Segundo o professor, a agressão teria sido iniciada após ele chamar atenção de um dos alunos

Thaiany Pieroni

Um professor de biologia da rede municipal de ensino de Cabo Frio foi agredido por alunos, na última semana. O caso aconteceu na Escola Edith Castro, que fica no bairro Aquarius, no distrito de Tamoios e chocou a comunidade e aos demais profissionais da educação.

Segundo o próprio professor, Augusto César Trindade Marques, de 57 anos, ele teria sido agredido por cerca de 15 alunos, com idade entre 13 e 18 anos. A atitude agressiva teria sido iniciada após o professor ter chamado atenção de um dos alunos, que saiu de sala para beber água, mas não retornou.

Augusto sofreu escoriações na cabeça, boca e mãos, registrou o caso na 126ª DP. O aluno apontado como o responsável pelo início das agressões foi ouvido e liberado.

Uma comissão formada por membros da Secretaria Municipal de Educação, Polícia Militar, Ministério Público e Conselho Tutelar irá avaliar a situação dos estudantes envolvidos no caso. Até o momento, todos permanecem matriculados e não foram suspensos.

O Sindicato dos Profissionais da Educação – SEPE Lagos emitiu uma nota de apoio ao caso. “Sobre a agressão numa escola da Rede Municipal é importante dizer que estamos num momento de proliferação do ódio, do desrespeito, mas em meio ao caos, ainda temos muitos profissionais responsáveis e comprometidos com a preservação do espaço escolar. Toda solidariedade ao professor! Colocamo-nos à sua inteira disposição!”, dizia nota.