A CPI da saúde investiga algumas supostas irregularidades identificadas no ano passado na pasta da saúde

 

A ex-secretária de saúde de Búzios, Raquel Haddad, foi a testemunha interrogada nesta quarta-feira, 11, pela Comissão Parlamentar de Inquérito da Câmara Municipal de Búzios. A CPI apura supostas irregularidades na área da Saúde do município, principalmente, a denúncia sobre a queima de medicamentos, que podem ser do município.

Raquel é a terceira testemunha ouvida em audiência pública, realizada na Câmara dos Vereadores. Na ocasião, a ex-secretária falou sobre a suposta queima de remédios que aconteceu no município no ano passado, sobre o processo de sindicância referente a esse acontecimento, sobre o contrato com a empresa Ônix, entre outros assuntos polêmicos.

Já foram ouvidas pela CPI da Saúde a presidente do Conselho Municipal da Saúde Maria Augusta Leite Santana e os farmacêuticos concursados do município Keylles Ramos da Silva e Rony Freire Andrade. A próxima audiência ainda não tem data marcada.

A Comissão Parlamentar de Inquérito, instaurada no dia 4 de maio, tem a vereadora Gladys Nunes como presidente e o vereador Dida Gabarito como relator. Além dos membros da Comissão, compareceram à audiência os vereadores Lorram Silveira, Niltinho de Beloca e Joice Costa.