A peça teatral abordou a importância da preservação de mares e lagos, o consumo consciente da água e os cuidados com o ambiente de forma geral.

Alunos de nove escolas da rede municipal de ensino de São Pedro da Aldeia assistiram ao espetáculo “As Aventuras no Mundo Encanado” nesta segunda-feira (02). A apresentação foi realizada no Teatro Municipal Dr. Átila Costa, nos turnos da manhã e tarde. A peça teatral abordou a importância da preservação de mares e lagos, o consumo consciente da água e os cuidados com o ambiente de forma geral.

De acordo com a professora do terceiro ano da E. M. Profª Carolina Nazareth Teixeira Pinheiro, Fabiana França, a peça retrata o que acontece no dia a dia do aluno, sobre a natureza e os cuidados que devemos ter com o meio ambiente. “Trabalho bastante com os estudantes o tema abordado na peça dentro de sala de aula, incentivando o zelo com o ambiente, a limpeza do ambiente e o jogar lixo na lixeira. Para eles, é bom ver isso de uma forma divertida, retratando o mundo deles, mas de forma engraçada”, disse.

Participaram do evento no turno da manhã os alunos da E. Mz. José Guimarães, localizada no bairro Porto da Aldeia, E. M. Flonete Alexandrino da Silva, no Poço Fundo, E. M. Rubem Arruda Câmara, no Morro dos Milagres e E. M. Carlota Rocha da Silva, na Ponta do Ambrósio. No turno da tarde, estiveram presentes alunos da E. M. Profª Carolina Nazareth Teixeira Pinheiro, no bairro Estação, E. M. Adalgiza da Silva Lobo, no Morro dos Milagres, E. M. Jardim Primavera,localizada em bairro de mesmo nome, E. M. José Teixeira Paulo, no Balneário, e E. Mz. Manoel Moraes da Silva, no Campo Redondo.

O espetáculo “Aventuras no Mundo Encantado” é viabilizado pelo Ministério da Cultura, por meio da Lei Rouanet, com produção da 3 Apitos Cultura. A iniciativa tem patrocínio da Concessionária Prolagos e apoio do Instituto Equipav.  A peça tem como foco democratizar o acesso à cultura e conscientizar a população local sobre o meio ambiente. Por meio de uma abordagem lúdica, o espetáculo desenvolve-se com um pescador inconformado com a degradação das águas e do meio ambiente da Região dos Lagos e que busca ajuda para levar a conscientização à população. Surge então Casquinha, uma tartaruga esperta e destemida, que junto ao pescador enfrenta aqueles que possuem hábitos prejudiciais ao meio ambiente, dando dicas eficazes para utilizar a água e evitar o desperdício.