Mudança começa dia 15 de outubro e vai até fevereiro de 2018. Tema foi discutido ontem em reunião com o presidente Michel Temer.

 

Bertha Muniz

 

Após o governo Temer sugerir uma pesquisa para avaliar a opinião dos brasileiros sobre o término do horário de verão, o Ministério de Minas e Energia divulgou nesta segunda-feira (25) que irá manter a mudança no horário pelo menos neste ano. O horário de verão começa dia 15 de outubro e vai até fevereiro de 2018. O assunto foi discutido ontem (24) em reunião com o presidente Michel Temer no Palácio do Jaburu.

 

A última edição foi de 16 de outubro de 2016 a 19 de fevereiro de 2017. No período, a economia foi de R$ 159,5 milhões, decorrentes da redução do uso de usinas termelétricas para complementar a geração de energia. O valor ficou abaixo do verificado na edição anterior (2015/2016), quando foram poupados R$ 162 milhões.

A economia reflete o maior uso de iluminação natural neste período, quando os relógios são adiantados em uma hora nos estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país. A alteração não vigora nos estados do Norte e Nordeste.