O objetivo foi sensibilizar os moradores da serra sobre a importância de se imunizar contra a febre amarela

Vacinação contra a febre amarela e gripe, avaliação nutricional, verificação de pressão arterial, além de orientações sobre educação ambiental e no trânsito foram algumas das programações da ação “Saúde Total”, que aconteceu nesta sexta-feira (9), na praça principal do Trapiche. O objetivo foi sensibilizar os moradores da serra sobre a importância de se imunizar contra a febre amarela. A Região Serrana conta com cerca de 90% da população vacinada. A meta da Secretaria de Saúde é imunizar 100%.

Todas as pessoas residentes na serra, a partir de nove meses de idade, fazem parte do grupo prioritário para vacinação contra a febre amarela, incluindo gestantes, mulheres que estejam amamentando e idosos acima de 60 anos. Durante a ação, 45 pessoas foram imunizadas contra a doença. Já contra a gripe, o número de doses administradas foi de 383.

– Há casos de pessoas que resistem em tomar a vacina. A ideia da ação envolvendo diversas atividades, é aproximar o público para mostrar a importância da imunização contra a febre amarela. É fundamental sensibilizar, não só as pessoas da localidade do Trapiche, mas todos os moradores da Região Serrana – pontuou a  coordenadora em Vigilância em Saúde, Ana Paula Dal-Cin.

Foi o caso da dona de casa Joarise Rocha, de 44 anos. Moradora do Trapiche desde que nasceu, ela procurou a ação para buscar orientações nutricionais. “Além de informações nutricionais, recebi um cardápio ilustrativo que vai me ajudar a seguir uma alimentação mais saudável para, quem sabe, diminuir os riscos que sofro por ser obesa”, explicou.

O cardápio ilustrativo, uma iniciativa da Secretaria de Saúde lançado em 2016, é uma ferramenta exclusiva de Macaé. “Macaé é pioneira e chegou a receber uma menção honrosa pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UFRJ) pela iniciativa”, disse a nutricionista do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (Sisvan) nas Estratégias Saúde da Família (ESF´s), Carolina da Costa, que também realizou o encaminhamento de Joarise ao Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), onde poderá ser acompanhada continuamente.

Além de informações nutricionais, a ação intersetorial, coordenada pela Secretaria Saúde, contou com uma equipe da Secretaria de Ambiente e Sustentabilidade, que esclareceu sobre a ligação entre macacos e febre amarela. Também estiveram presentes agentes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), que ressaltaram a importância da prevenção contra a febre amarela, dengue, zika e chikungunya.

A secretaria de Mobilidade Urbana orientou a população sobre recursos de multa, carteira de idoso e estacionamento, entre outras. O trabalho ainda contou com a participação das secretarias de Esportes, Educação, Defesa Civil, Comunicação, Interior, Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa), Escola Técnica José Rodrigues e Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A Secretaria Adjunta de Esporte também participou do evento, com serviços de avaliação física, peso, altura, percentual de gordura e orientações sobre atividades físicas.

Vacinação contra a gripe – Macaé ultrapassou a meta de vacinação contra a gripe. No total, 54 mil pessoas foram imunizadas contra a doença. A meta inicial era de 42.374 mil pessoas. A campanha nacional de vacinação foi iniciada no dia 17 de abril. De acordo com o Ministério da Saúde, o objetivo é reduzir as hospitalizações e a ocorrência de mortes relacionadas à influenza. Segundo estudos do órgão, a vacinação pode reduzir entre 32% e 45% o número de internações por pneumonia e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da gripe.